HIPNOSE



DEFINIÇÃO


hipnose 1

hipnose é uma forma de inconsciência, como no sono

A hipnose pode ser definida como um estado mental semelhante a sensação obtida alguns segundos antes de adormecer.

Existe uma crença errada de que a hipnose é uma forma de inconsciência, como no sono. Porém, pesquisas atuais, demonstram que a pessoa sob hipnose está totalmente acordada, possuidora de sua total concentração e atenção.

Hipnose é um recurso científico para o tratamento de várias doenças.
hipnose transe

hipnose estado de transe

 

A hipnose é totalmente desvinculada de religiões.

Hipnose é um estado de transe em que você tem seu foco da atenção e concentração aumentado. Estando em estado hipnótico, a pessoa geralmente se sente mais calmo e relaxado, conseguindo concentrar intensamente em um pensamento específico.

 

 

Direitos autorais desta página para Dr. Gilberto Agostinho: www.drgilberto.com/hipnose.html


HISTÓRIA DA HIPNOSE

hipnose historia

hipnose historia

A hipnose tem raízes muito antigas.

Historicamente os primeiros registros de práticas hipnóticas datam de 2400 AC, na Índia e na Caldéia. Existem, também, relatos no Egito, Pérsia, Suméria, Babilônia, Grécia e Roma.

No Ocidente as primeiras tentativas de hipnose para fins terapêuticos ocorreram em 1770 pelo Dr. Franz Mesmer.

hipnose historia 2

hipnose historia fig. 2

A denominação atual deve-se ao Dr. James Braid que, em 1842, cunhou o termo Hypnos.

Outra importante contribuição é devida ao Dr. Jean Martin Charcot do hospital Salpêtrière, em Paris.

Cada vez mais surgem novas pesquisas científicas demonstrando a eficácia da hipnose em diversos tratamentos.

Atualmente a hipnose é muito usada em tratamentos nos EUA e Europa.


COMO A HIPNOSE PODE AJUDAR NAS DOENÇAS

Nosso cérebro filtra todas informações recebidas pelos sentidos: audição, visão, tato, olfato, paladar. Muitas informações ficam armazenadas de forma subconsciente (não lembramos).

Seu subconsciente registra os acontecimentos de modo que você nem os percebe conscientemente. Porém estes dados ficam armazenados no subconsciente. Em determinado tempo, pode vir a tona na forma de doenças ou lembranças inocentes. Dependerá do que foi armazenado e do grau da intensidade destas lembranças.

Para melhor entendimento é como se fossem as programações feitas no computador. Um programa pode ser muito útil. Porém outros programas podem causar problemas, como no caso de “vírus”.

Na hipnose, o paciente é colocado no chamado “sono hipnótico”. Que é um estado diferenciado da consciência, para conseguir acessar as informações guardadas no subconsciente. Desta forma, passar para o consciente, lembrando delas claramente.

Direitos autorais desta página para Dr. Gilberto Agostinho: www.drgilberto.com/hipnose.html

A partir de então estas informações não mais tem o poder destrutivo. Não podem mais causar a doenças.

A pessoa sob hipnose está mais aberta para sugestões. Que podem ser usadas para modificar seus comportamentos danosos, sensações e emoções. De forma a corrigir características ou doenças desagradáveis.

hipnose palco 2

hipnose palco

A maioria das doenças são psicogênicas (causa emocional / psíquica).

Embora você esteja mais aberto à sugestão. Durante a hipnose terapêutica, o seu livre-arbítrio permanece intacto. E você não perde o controle sobre seu comportamento.

Para muitas pessoas isto pode parecer ficção, pois a hipnose é apresentada em filmes ou shows de modo exagerado.

A hipnose clínica é algo sério e de muita utilidade no tratamento de várias doenças.


TRATAMENTO COM HIPNOSE

A técnica de hipnose baseia-se na indução de letargia no paciente. Para ficar em estado mais receptivo aos estímulos ao subconsciente.

Este estado de letargia é obtido, por exemplo, convidando o paciente a focar o seu pensamento sobre um objeto específico. Como um pêndulo ou um objeto na parede.

Estando no estado de letargia é possível ter um acesso aos recursos criativos. Facilitando a solução para velhos problemas registrados no subconsciente. Os quais estavam causando determinada doença.

Essencialmente, o transe é um estado alterado de consciência, resultando em atenção e concentração aumentadas.

No tratamento com hipnose, também chamado de hipnoterapia. O paciente escolhe entrar nesse estado de consciência para alcançar a cura dos seus traumas.

hipnose tratamento 2

hipnose anestésica

Uma modalidade de hipnose muito conhecida é hipnose anestésica. Usada em casos quando uma pessoa não pode receber a anestesia para uma cirurgia. Sem o uso de qualquer tipo de anestésico é possível, apenas com a hipnose. O paciente é submetido a uma cirurgia sem sentir dor.

Como a hipnose oferece efeito analgésico imediato pode ser usada como analgésico, na diminuição da dor. Não é indicada em casos que não se saiba exatamente a causa da dor, para não mascarar um problema que precisaria de um tratamento específico.

Direitos autorais desta página para Dr. Gilberto Agostinho: www.drgilberto.com/hipnose.html

Nos casos de câncer terminal, a hipnose é extremamente útil para oferecer alívio das dores do paciente.

Com a hipnose pode-se tratar várias doenças psicogênicos (de causa emocional):

Depressão;

Insônia;

hipnose tratamento doenças psicogênicas

hipnose tratamento de doenças psicogênicas

Ansiedade;

Pânico;

Hipertensão arterial (pressão alta);

Disfunção Erétil (Impotência Sexual);

Ejaculação Precoce;

Controle do Diabetes;

Tabagismo;

Alcoolismo;

Drogas;

Sobre Peso / Obesidade;

etc.

Direitos autorais desta página para Dr. Gilberto Agostinho: www.drgilberto.com/hipnose.html


QUEM CONSEGUE SER HIPNOTIZADO

Todas pessoas conseguem ser hipnotizadas. Porém alguns tem mais facilidade que outros.

Existem pessoas que com poucas sessões de hipnose já conseguem resolver seus problemas, pois tem facilidade em serem hipnotizados.

Pacientes com alguma dificuldade em conseguir ser hipnotizado, também alcançarão o resultado pretendido. Porém com maior tempo de tratamento.


MÉTODOS DE HIPNOSE

hipnose metodo

hipnose método

Existem várias técnicas para levar o paciente ao estado hipnótico.

O profissional deverá adequar cada técnica para cada tipo diferente de paciente.

A hipnose com catalepsia, quando a pessoa fica rígida, é muito demonstrada em shows ou filmes. Porem para o tratamento com a hipnose clínica, esta modalidade não é necessária.

do, deitado e ouvindo as palavras sugestivas que o profissional estará falando para cada caso individual.

Para o tratamento eficaz, basta o paciente estar totalmente relaxa.

Para o tratamento das doenças nem é necessária a técnica de transe profundo em hipnose.

Direitos autorais desta página para Dr. Gilberto Agostinho: www.drgilberto.com/hipnose.html


MEDOS SOBRE A HIPNOSE

Hipnose não tem nenhuma relação com quaisquer religiões. É uma ciência, ainda pouco explorada, mas é ciência.

Totalmente isenta de riscos, a hipnose, pode ser utilizada para o tratamento de vários problemas de saúde de origem psíquica.

A pessoa sob transe hipnótico tem total facilidade em receber sugestões. Na clínica, as sugestões serão SEMPRE voltadas unicamente para o assunto tratado.

O que faz muitas pessoas terem medo de hipnose é o fato de associarem hipnose com shows de televisão ou circo. Quando a pessoa hipnotizada é sugestionada a fazer atitudes ridículas.

Na clínica, a pessoa em transe hipnótico está sempre no controle e pode decidir continuar ou parar a qualquer momento.

Na hipnose terapêutica, usada no tratamento, as sugestões são unicamente direcionadas ao tratamento do problema.

O paciente lembra totalmente de tudo que ocorreu na sessão de hipnose.

O paciente tem, também, a opção de gravar a sessão inteira. Para comprovar que sua lembrança da sessão é idêntica ao que ficou registrado no seu gravador.

Algumas pessoas tem medo da regressão de memória. Que é uma das técnicas da hipnose, crendo que “não voltarão do passado”. Esse, também, um temor infundado, pelo fato que a pessoa não “vai” ao passado. Apenas sua memória é que fica extremamente aguçada, facilitando a lembrança de detalhes do passado longínquo.

Por piores que sejam estas lembranças do passado, não haverá perigo algum. A lembrança é trabalhada imediatamente e a pessoa fica apenas poucos segundos na situação angustiante da lembrança. Após o término da sessão a referida lembrança já não causa mais sofrimento.

Direitos autorais desta página para Dr. Gilberto Agostinho: www.drgilberto.com/hipnose.html


PERIGOS DA HIPNOSE

Fique tranquilo. Hipnose, quando realizada por profissional, não oferece qualquer tipo de risco.